Arranque de Penas

Não é normal que um pássaro arranque as penas. Se isso acontece, é
porque existe algum desequilíbrio na parte alimentar.

O que ocorre é
que o pássaro procura nas penas o alimento de origem animal que lhe
falta na dieta diária. Esse é o único recurso de que dispõe. Muita das
vezes, isso se torna um vício, mesmo após o tratamento e restabelecido
o empenamento.

Diarréia

A diarréia pode ser observada quando o pássaro está com suas penas
arrepiadas, as fezes aguadas e verdes. Em volta da cloaca as penas
ficam sujas e o pássaro apresenta uma impressão de sujeira por todo o
corpo. 

Este pássaro deve ser isolado e sua gaiola e acessórios
esterilizados. As causas podem ser Coccidiose, Verminose, infecção
bacteriana, administração pelo criador de verduras mal lavadas ou
alface, sementes velhas ou mal conservadas. Suspenda a alimentação de
vegetais e cubra a gaiola para agasalhá-lo. A coleta das fezes deve ser
providenciada para que o Médico Veterinário possa prescrever o
tratamento correto, lembrando que isso deve ser feito o mais rápido
possível, tendo em vista as aves estarem debilitadas e desidratadas. A
coleta é feita diretamente de um papel limpo colocado no fundo da
gaiola e posteriormente colocando em um coletor, que pode ser o vendido
nas farmácias para coleta de fezes humanas.

Dificuldade na Postura de Ovos (Ovo Encruado)

As fêmeas jovens, ou que não voam, podem apresentar o problema
conhecido como ovo encruado, ou ovo preso. 

O ovo pára no oviduto e não
sai. O primeiro sintoma de ovo preso verifica-se quando a fêmea
desmonta todo o ninho, ou senta-se sobre as penas do rabo. Você pode
colocar algumas gotas de óleo no canal de saída do ovo, ou então
colocar a fêmea cuidadosamente sobre vapor d'água para facilitar a
saída do ovo. As fêmeas que passam por este problema devem ficar sem
reproduzir por toda uma temporada, para que possam se refazer.

Doença Respiratória

Causada geralmente pelas quedas de temperatura acompanhadas por correntes de ar.

Mantenha a gaiola dentro de casa, encape a mesma e com auxílio de uma
lâmpada de 25W aproximadamente, procure manter a temperatura em torno
de uns 35 a 40º. Tão logo você perceba que o pássaro esteja melhor, vá
afastando a lâmpada gradualmente até atingir a temperatura ambiente. Dê
ao pássaro, se o resfriado não vier acompanhado de diarréia,um pouco de
açúcar mascavo na água. Você pode administrar essa água, com um
conta-gotas, diretamente dentro do bico do pássaro, em alguns casos
será necessário o uso de algum antibiótico.

Prisão de Ventre

A Prisão de Ventre, doença um pouco mais rara, acontece quando o
pássaro tem pouco espaço para exercitar-se. 

Para evitar esse mal,
alimente-o com verduras e forneça-lhe uma gota de óleo de fígado de
bacalhau e dê-lhe espaço para exercitar-se. Para curar desta doença,
use uma pitada mínima de sal-de-frutas na água, não se esquecendo de
trocar a água no fim do dia.